quinta-feira, 18 julho

Estudo afirma que oração influencia na saúde

Texto por: Equipe VS 1 abril, 2019 Sem comentários

Cientistas da Universidade Duke confirmaram que a oração pode influenciar a capacidade orgânica de enfrentar doenças. Quando a pessoa ora ou canta músicas religiosas, é fortalecido o lobo frontal, parte do cérebro que ativa o sistema imunológico. De acordo com o mesmo estudo, a pessoa que tem fé vive 25% mais que os descrentes. Além disso, tem mais saúde física e mental, pressão arterial normal e um sistema de defesa orgânica muito mais forte.

O envolvimento religioso reduz o estresse psicológico. Isso diminui a inflamação e a taxa de encurtamento dos telômeros nas células. Isso explica por que as pessoas mais religiosas vivem em média 7 a 14 anos a mais, segundo pesquisas.

Foram cinco anos de pesquisas e 16 estudos médicos sobre o assunto. Para o pesquisador Dale Matthews, da Universidade de Georgetown, em Washington, a crença espiritual, que poderia perfeitamente ser traduzida como confiança em Deus, parece contribuir para que as pessoas superem mais rapidamente as doenças ou a depressão, convivam melhor com males crônicos e sejam menos propensas ao suicídio.

Homens que frequentam regularmente cultos religiosos têm 40% menos possibilidades de sofrer um ataque cardíaco. Para o médico Carl Thoresen, da Universidade de Stanford, os religiosos costumam cuidar mais da saúde e se envolvem menos com fatores de risco, como uso de drogas, violência e álcool.

PÍLULAS DE ESPERANÇA

A Bíblia está repleta de promessas que servem como fundamento da saudável confiança que devemos alimentar em Deus: “Lembrem-se de que Eu estarei com vocês todos os dias, até o fi m dos tempos” (Mateus 28:19). “Não tenha medo, pois Eu o salvarei. Quando você atravessar águas profundas, Eu estarei ao seu lado, e você não se afogará. Quando passar pelo meio do fogo, as chamas não o queimarão” (Isaías 43:1, 2).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *