quinta-feira, 18 julho

Poluição e aborto espontâneo

Texto por: admin 30 janeiro, 2019 Sem comentários

Quem poderia prever que a poluição estaria ligada a abortos espontâneos? Pois é, segundo estudo realizado pela Universidade de Utah, nos Estados Unidos, e publicado na revista científica Fertility and Sterility, a exposição a altos níveis de poluição, ainda que por pouco tempo, pode levar mulheres grávidas a sofrerem aborto espontâneo.

Como isso acontece? O poluente dióxido de nitrogênio, resultado da queima de combustíveis fósseis, está presente em várias partes do mundo. Só esse poluente já aumenta em 16% a chance de aborto espontâneo. Mas ainda há muitos outros.

De acordo com a Plataforma de Qualidade do Ar do Instituto de Energia e Meio Ambiente, a contaminação por dióxido de nitrogênio ocorre especialmente em grandes centros urbanos, como nas metrópoles. No Brasil, há muito dessa substância em cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Porto Alegre, etc.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *