Salto alto pode prejudicar os pés, a coluna, os joelhos e até os quadris

O uso excessivo de calçados com salto alto pode trazer uma série de problemas para a saúde, afetando diversas partes do corpo, como joelhos, coluna, pés, tornozelos e até quadris. As dores nessas regiões surgem porque o salto alto altera a maneira de andar, não respeita o formato dos pés e altera a distribuição de carga. Isso pode levar ao desenvolvimento de joanete, calosidades plantares e metatarsalgia, dor que acomete a região abaixo dos dedos.

Para evitar problemas, os calçados devem acomodar os pés em todas as suas dimensões (altura, largura e comprimento), sem apertá-los. Calçados com saltos muito altos e finos solicitam maior trabalho da musculatura ao redor do tornozelo para estabilizá-lo, o que pode causar dores musculares na perna.

Segundo o Dr. Marco Túlio Costa, presidente da Associação Brasileira de Medicina e Cirurgia do Tornozelo e Pé (ABTPé), caso a mulher opte por continuar o uso do salto alto, o ideal é que ela altere o tamanho e o formato do salto, optando por calçados “confortáveis” ou mesmo sapatos plataforma, sempre que possível, uma vez que dessa forma o peso do corpo é mais bem distribuído.

Os saltos com menos de 3 cm são os mais recomendados para o dia a dia. Acima disso, qualquer sapato já é considerado prejudicial.

Deixe uma resposta