quinta-feira, 18 julho

SUS e Esclerose Múltipla

Texto por: admin 4 fevereiro, 2019 Sem comentários

A esclerose múltipla é uma doença neurológica crônica que compromete o sistema nervoso central??. Na esclerose múltipla as células imunológicas invertem seu papel: em vez de protegerem, agridem o sistema de defesa do indivíduo, produzindo inflamações. Ela acomete principalmente mulheres entre 20 e 40 anos. No Brasil, o Ministério da Saúde estima que pelo menos 35 mil pessoas conviva com a doença. Dessas, 15 mil em tratamento pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

E por falar nisso, pacientes diagnosticados com esclerose múltipla remitente recorrente, ou seja, caracterizada pela ocorrência dos surtos e melhora após o tratamento ou até mesmo espontaneamente, já encontram medicamento gratuito no SUS.

De acordo com o Ministério da Saúde, a incorporação vai permitir que o paciente reduza de sete para três as doses injetadas todas as semanas, melhorando sua qualidade de vida.

Fonte: Hospital Albert Einstein e Diário da Saúde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *