quinta-feira, 06 agosto
Descrição

Ingredientes

2 colheres (sopa) de fermento seco para pão
1½ xícara (chá) de farinha de arroz integral
1 xícara (chá) de polvilho doce
1 xícara (chá) de farinha de alpiste
¼ xícara (chá) de farinha de linhaça
2 colheres (sopa) de sementes de chia
2 colheres (chá) de goma xantana
1 colher (chá) de sal marinho
2 colheres (sopa) de sementes de girassol em bruto
2 colheres (sopa) de sementes de gergelim
200 ml de água quente
3 colheres (sopa) de linhaça de molho em 6 colheres (sopa) de água morna 

3 colheres (sopa) de azeite de oliva
1 colher (chá) de vinagre de maçã
1 colher (sopa) de óleo para untar a fôrma e uma colher (sopa) de fubá para polvilhar
2 colheres (sopa) de gergelim, de chia e de sementes de girassol para polvilhar a massa.

Modo de fazer

Primeiramente vamos preparar um “gel de linhaça”. Em uma xícara misture a linhaça com um copo de água morna. Deixe descansar por dez minutos até que fique como um gel espesso. Enquanto isso, unte uma panela de barro com óleo, polvilhe com fubá e reserve. Agora vamos começar a fazer o pão: Em uma tigela grande misture bem todas as farinhas, a goma xantana, o sal, o fermento e as sementes. Junte no liquidificador a linhaça “em gel”, o vinagre, a água e o azeite. Bata bem até que forme um creme espesso. Derrame essa mistura na tigela das farinhas e misture até obter uma massa grossa. Coloque essa massa na panela de barro untada e salpique as sementes que ficaram reservadas para isso. Cubra com um pano úmido e deixe crescer por uma hora em local morno e longe do vento. Leve ao forno por aproximadamente 30 ou 35 minutos, dependendo do forno. Quando o pão estiver “dourado” retire, desinforme e deixe esfriar sobre uma grade. Corte depois de frio.

Dica do chef

Se você não tem uma panela de barro ou de ferro fundido, você pode usar uma fôrma comum de pão e vai obter um bom resultado.
O “gel de linhaça” serve para substituir os ovos das receitas e produz um bom efeito.
Use o tipo certo de fôrma que a receita pede. Fôrmas de metal retêm muito mais calor do que fôrmas de vidro. Panelas de ferro e de barro ajudam na crocância da massa. Cada fôrma tem seu papel e pode interferir no resultado final.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *