quinta-feira, 14 novembro

Violência a dois

Texto por: Equipe VS 17 maio, 2019 Sem comentários

As notícias sobre mulheres vítimas de homens violentos infelizmente já não são tão incomuns. Quando entrevistadas, tais mulheres, com algumas exceções, dizem que haviam se apaixonado pelo indivíduo que, em algum momento, acabou agredindo-as. Como assim? Apaixonar-se por uma pessoa agressiva, violenta?!

É isso mesmo! No começo do relacionamento é como se tudo fosse um reino encantado, recheado de afeto, transbordando de promessas de amor e felicidade. Diante disso, as moças passam a crer que acharam seu príncipe. Porém, cuidado! Se logo no começo do relacionamento o rapaz apresenta manifestações de forte raiva, se muda de repente de humor, soca as paredes, atira objetos, grita, isso pode indicar ser um indivíduo violento.

Homens violentos querem tudo do seu jeito sendo possessivos e ciumentos. Eles querem controlar a mulher e não gostam de dividi-la com ninguém, nem mesmo com os parentes dela. No fundo, não respeitam a mulher, e podem agir de maneira a humilhá-la diante de amigos, da família, criticando algo que ela fez de errado, mostrando a determinação de rebaixar a mulher.

Preste a atenção para ver se seu namorado, noivo ou marido, se enraivece facilmente, se manifesta a raiva de maneira exagerada, com ameaças. Procure observar como ele trata os outros em ambientes diferentes, seja numa loja, na família dele, com amigos. Se ele se irrita com facilidade com qualquer pessoa por besteiras às vezes, se mostra sinais de ser vingativo, se parece que as pessoas têm medo dele – tudo isso é indicativo de um ser violento.

Sinais que devem ser notados

De acordo com a psicóloga clínica e professora da PUC-SP Claudia Bruscagin é possível reconhecer os indícios de um homem violento:

  • Ele a machuca ou desrespeita?
  • Seus amigos fazem comentários de alerta sobre ele?
  • Um ou os dois falam muito de ex-namorados?
  • Vocês dois ficam juntos sem fazer nada que desenvolva a relação?
  • Vocês falam pouco sobre o que sentem?

Quando terminar?

“Quando há mais mágoas do que prazer; se houve infidelidade, traição; se você se sente usada, abusada ou sendo feita de boba; se o namorado sempre a critica, culpa ou maltrata; se o ciúme é excessivo e controlador; se todos os amigos e familiares estão preocupados com o relacionamento; se houver violência ou se o estilo de vida do namorado oferecer riscos (é delinquente, usa drogas, pratica crimes, etc.)”, Cláudia B. Schwantes.

Caso você esteja num relacionamento com essas características, saia dele, mesmo diante de promessas de mudanças. Indivíduos violentos não melhoram só com o tempo e geralmente não cumprem as promessas de mudar. Vivem sendo agressivos, impulsivos, pedem desculpas, depois recaem nos mesmos erros, e ficam num ciclo vicioso negativo até que sejam confrontados por uma pessoa influente sobre eles, ou por policial, ou ainda em julgamento.

Se seu companheiro está mostrando sinais de violência, se você já conversou com ele várias vezes tentando encontrar uma solução, se ele nega o problema, se rejeita ajuda, então saia dessa relação e proteja-se.

Procure a Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher e faça a denúncia. Abra seu coração aos seus familiares e peça ajuda a eles para você e, se for o caso, para seus filhos.

Cesar Vasconcellos de Souza é Psiquiatra

www.doutorcesar.com.br | www.novotempo.com/claramente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *