quarta-feira, 19 junho

Algoritmo salva-vidas

Texto por: admin 26 dezembro, 2018 Sem comentários

A revista científica Plos One divulgou o algoritmo que procura prever e evitar suicídios. Desenvolvido por pesquisadores do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, RS, o programa emite um sinal de aviso que diz: “Alerta vermelho: você corre o risco de cometer suicídio.” Ao receber o aviso no smartphone, a pessoa entende que deve buscar ajuda imediatamente.

O algoritmo é capaz de analisar anotações e textos em busca de sinais que indiquem a direção no sentido do suicídio. Para tanto, os pesquisadores basearam seus estudos em Virginia Woolf, escritora britânica que se suicidou aos 41 anos. “A opção por Virginia Woolf se deve ao seu histórico, o qual é semelhante ao de várias pessoas que acabam tirando a própria vida: sofria de transtorno bipolar e ao longo da vida havia tido diversos episódios depressivos seguidos de tentativas de suicídio”, explica o médico psiquiatra e professor Ives Cavalcante Passos.

Após vários testes, o algoritmo acertou em 80% dos casos. A cada 100 textos analisados, em 80 ele apontou corretamente o desfecho: se Virgínia iria ou não tentar se matar nos próximos meses.

Diante disso, a ideia é que, no futuro, a ferramenta, adaptada a características individuais e a fatores de risco, possa ser transplantada para um aplicativo capaz de analisar tudo aquilo que escrevemos no smartphone, como mensagens no WhatsApp em redes sociais, e que iria emitir um alerta caso haja risco de suicídio. “Hoje o sujeito chega deprimido no meu consultório. Imagina que no futuro talvez ele chegue muito antes. Não vamos tratar o episódio depressivo, vamos prevenir o episódio depressivo”, conclui Passos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *