terça-feira, 21 maio

Câncer: diferenças entre homem e mulher

Texto por: admin 19 dezembro, 2018 Sem comentários

Nos dias de hoje, muitas questões relacionadas ao gênero vêm sendo questionadas. Contudo, no campo da ciência médica, as diferenças entre homem e mulher são cada vez mais marcantes.

Os aspectos femininos e masculinos têm sido amplamente considerados nas pesquisas biomédicas de muitas áreas da saúde. Diante disso, a médica Anna Dorothea Wagner, da Universidade de Lausanne, na Suíça, acredita que este é o momento de fazer determinadas considerações ligadas ao gênero no que tange ao campo da oncologia.

Anna Wagner já documentou várias áreas nas quais as diferenças de gênero são reconhecidas. Do mesmo modo, a Sociedade Europeia para Oncologia Médica (ESMO) acaba de patrocinar uma conferência na Suíça, com o objetivo de levantar todas as pesquisas de oncologia que levam o sexo do paciente em conta.

Outra preocupação diz respeito ao desenvolvimento de medicamentos e tratamentos, levando-se em conta características de homens e mulheres. “A toxicidade resultante da adoção de determinadas terapias pode afetar especialmente as mulheres, isso é um problema porque pode fazer com que as pacientes com câncer pensem em desistir do tratamento. O mesmo pode ocorrer com homens, com substâncias que mais afetam ao sexo masculino” explicou Anna.

São muitos os esforços nesse sentido, porque quase dois terços dos ensaios clínicos ainda não apresentam resultados separados por gênero. Além disso, a maioria dos participantes que se voluntariam para testes de pesquisas são homens. “Isso certamente merece uma investigação mais aprofundada, já que as estratégias de tratamento específicas a cada gênero podem ser capazes de melhorar os resultados, em particular no que diz respeito a doses e tipos de drogas,” disse Anna.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *