quarta-feira, 29 maio

Cuidado em excesso

Texto por: admin 16 novembro, 2016 Sem comentários

Você sabia que se preocupar demais com a saúde pode não reduzir os riscos de doença? Como assim? Bem, estudo recente publicado pelo BMJ Open – jornal médico Online – avaliou por quase dez anos uma lista de sete mil pessoas. Por dois anos, os pesquisadores aplicaram um questionário em que os participantes respondiam sobre os hábitos que tinham e consequente estilo de vida.

Mesmo vivendo em uma época de maior acesso a variados tipos de exames, convênios médicos e farmacêuticos, pessoas cujo comportamento seja voltado excessivamente para a saúde podem estar passando por uma ansiedade hipocondríaca.

Em vez de estar evitando doenças, a ansiedade com a saúde por ser um tipo de preocupação contínua pode agravar o estresse. Além disso, médico Line Iden Berge, líder da pesquisa, disse que “os resultados ilustram o dilema vivido pelos médicos entre tranquilizar o paciente dizendo que os sintomas físicos de ansiedade não significam doença (especialmente cardíaca), e, ao mesmo tempo, de saber que a ansiedade, com o tempo, pode estar associada ao aumento do risco de doenças coronarianas.

Se por um lado, cuidar da saúde deve ser uma prioridade; por outro, isso não pode se tornar uma obsessão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *