domingo, 21 abril

De repente…

Texto por: admin 7 abril, 2017 Sem comentários

Da sua lista de cem coisas para fazer antes de morrer, que tal aproveitar bem o que você tem hoje, ser feliz e viver?

De repente, você percebe que seu filho está fazendo dez anos! Que o casamento está melhor depois dos primeiros quinze ou vinte anos e que as ruguinhas no canto dos olhos são marcas que têm histórias para contar…

De repente, você sente que fazer quarenta anos não é ficar velho, de fato, e que nem todo mundo entende que dá para viver mais uns cinquenta com muito para aprender e até (por que não?) ensinar.

De repente, você se dá conta de que não viu o tempo passar e que as coisas pesadas da estrada não eram assim tão cruéis.

De repente, já estamos quase na metade do ano e você ainda quer fazer aquela faxina no guarda roupa, nos arquivos do computador, nas fotos do celular. Você quer aquela viagem, ou talvez dizer algumas verdades, ter coragem de perdoar… Pedir as contas no emprego e abrir o negócio dos sonhos; ganhar menos, talvez, mas ir para casa todo dia com um sorriso no rosto.

De repente, a vida parece perder o sentido, se um grande amor é perdido, ou se machucamos alguém inocente.

E, talvez, de repente, a vida passe diante da gente sem significado aparente, até que, olhando para trás, a saudade comece a apertar.

Das coisas que poderíamos deixar passar e das que deveríamos melhor aproveitar, sempre teremos remorso? De repente, talvez!

Da sua lista de cem coisas para fazer antes de morrer, que tal aproveitar bem o que você tem hoje, ser feliz e viver?

De repente, não seja tão simples assim chacoalhar a poeira, passar uma borracha no rabisco borrado, engolir em seco e dizer só um “valeu, até logo”. Mas cada segundo de existência é graça de Deus recebida que precisa valer, ser de verdade percebida (2 Coríntios 12:9).

Se a grama do vizinho é sempre mais verdinha, de repente é hora de regar mais a minha, adubar, dedicar mais tempo e entender. Entender que sua existência tem propósito e que pode não apenas ser feliz, mas também fazer feliz.

De repente, a vida lhe trouxe muitos presentes, e você se dá conta de que precisa apenas vivê-los plenamente (1 Tessalonicenses 5:18). E então a vida fica completa, se o coração for repleto daquilo que é de verdade essencial (João 14:27).

Teru Gouveia é apresentadora do programa Vida & Saúde, da TV Novo Tempo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *