quarta-feira, 29 maio

Doenças mentais e suicídio

Texto por: admin 1 abril, 2016 Sem comentários

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que 350 milhões de pessoas no mundo sofrem de depressão, independentemente da idade. Devido à alta abrangência da doença, a depressão é a doença mental mais associada ao suicídio, diz a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP). “Infelizmente, há pessoas que ainda igualam a depressão – uma doença – às tristezas que podem surgir no dia a dia. São coisas completamente diferentes. Há sim um estigma, e o estigma dificulta a decisão de buscar ajuda”, lembra Neury Botega, professor da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) e autor de pesquisa que mostra que 17% da população brasileira já pensou em suicídio. Ainda de acordo com a ABP, cerca de 50% a 60% das pessoas que se suicidaram nunca consultaram um profi ssional de saúde mental.

Nem toda pessoa deprimida tentará o suicídio, pois existem vários fatores associados a essa atitude extrema. Contudo, especialistas chamam a atenção para o fato de que a combinação do transtorno de humor ao abuso de substâncias como o álcool e outras drogas aumenta o risco, podendo ser responsável por 24,4% das mortes. Já os transtornos de personalidade (como borderline, antissocial e psicopatia) ocorrem em 11,6% dos casos; esquizofrenia, em 10, 6%.

Preconceito, medo de tocar no assunto e falta de preparo ainda são obstáculos para evitar que ocorram mais suicídios.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *