terça-feira, 16 julho

Exercícios superam hereditariedade

Texto por: admin 6 dezembro, 2018 Sem comentários

Para quem sempre se apoiou na premissa de que a disposição genética é a causadora do peso extra, novos estudos trazem a solução: os exercícios físicos. Divulgado pela Sociedade Norte-Americana de Menopausa, o estudo mostra que o exercício pode vencer predisposições genéticas, especialmente no caso avaliado, de mulheres em idade mais madura para avançada. Isso significa que ninguém precisa ser refém da hereditariedade.

Apesar de haver uma influência da genética sobre o Índice de Massa Corporal, conforme sinalizaram estudos anteriores, o artigo Physical activity modifies genetic susceptibility to obesity in postmenopausal women, traz a esperança de que os exercícios podem vencer até mesmo a genética.

A pesquisa analisou dados de 8.200 mulheres, que revelaram que a atividade física realmente reduz a influência da predisposição genética para a obesidade. “Nós nascemos com nossos genes, mas as mulheres que praticarem exercícios terão enormes benefícios em equilíbrio, massa muscular e na proteção dos ossos, sem falar nos aspectos positivos que envolvem humor, concentração e cognição, diz a diretora-executiva responsável pelo estudo JoAnn Pinkerton.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *