quarta-feira, 17 agosto

Flavonoides e gordura corporal

Texto por: Julie Grüdtner 12 fevereiro, 2022 Sem comentários

Cacau, maçã e semente de uva contêm altos níveis de flavonóis (FL), também conhecidos como flavan-3-ols, associados a benefícios à saúde. Estudos anteriores sugerem que os alimentos ricos em FL têm um potencial significativo no gerenciamento da saúde cardiovascular, melhorando os níveis de colesterol e aumentando a tolerância à glicose.

Usando camundongos, cientistas japoneses investigaram a relação entre a ingestão dietética de FL e o metabolismo da gordura. Os resultados da pesquisa revelam novas pistas que podem um dia se tornar tratamentos benéficos para doenças cardiovasculares e relacionadas à obesidade.

Vários estudos mostram que o consumo de alimentos ricos em FL confere propriedades antioxidantes, anticancerígenas, cardiopreventivas, antimicrobianas, antivirais e neuroprotetoras. Neste novo estudo, os pesquisadores concluíram que a administração oral de FLs ativou o sistema nervoso simpático e foi associada ao escurecimento da gordura. Surpreendentemente, eles também descobriram que o efeito dos flavonoides foi mostrado não apenas na gordura subcutânea, mas também na gordura visceral.

Essa descoberta é importante porque o excesso de gordura visceral aumenta o risco de desenvolver obesidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *