domingo, 21 abril

Intestino e diabetes tipo 1

Texto por: admin 20 julho, 2016 Sem comentários
Ouça o texto

Quando se fala em diabetes, passam várias informações pela cabeça, mas dificilmente alguém relaciona a doença ao intestino. Contudo, estudos recentes têm mostrado que portadores de diabetes tipo 1 frequentemente apresentam um desequilíbrio entre as bactérias benéficas e as patogênicas que compõem a microbiota intestinal.

A relação entre o desequilíbrio das bactérias intestinais e diabetes ainda não está tão clara, mas novas evidências chamam a atenção. Pesquisadores brasileiros acabam de publicar um estudo no Journal of Experimental Medicine sugerindo que, quando bactérias intestinais conseguem escapar para os gânglios linfáticos localizados próximos ao pâncreas – devido a alterações de permeabilidade da parede do intestino –, elas podem ativar certos receptores existentes em células do sistema imune inato (primeira linha de defesa do organismo).

Segundo a agência de notícia da Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo), os autores da pesquisa explicam que essa ativação induziria uma condição pró-inflamatória no organismo e favoreceria o desenvolvimento de uma resposta imunológica direcionada às células beta produtoras de insulina no pâncreas – processo que resulta no chamado diabetes tipo 1 ou autoimune.

As conclusões apresentadas no artigo são baseadas em experimentos com camundongos realizados durante o mestrado de Frederico R. C. Costa, sob a orientação de Daniela Carlos, pesquisadora da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, da Universidade de São Paulo (FMRP-USP).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *