quarta-feira, 19 junho

O açúcar nosso de cada dia – mas que nem sabíamos que estava lá

Texto por: Equipe VS 18 julho, 2019 Sem comentários

Tem-se falado cada vez mais dos malefícios do açúcar. Não é novidade que ele causa obesidade, diabetes, inflamações no organismo e outras doenças crônicas a longo prazo. Porém, apesar de o brasileiro estar ciente dos danos do açúcar, o consumo da substância no país mantém uma média de 50% a mais do que o recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS): seis colheres de chá (mais ou menos 25 gramas).*

É por isso que as associações do setor produtivo de alimentos do Brasil assinaram um acordo para reduzir até 2022 mais de 140 mil toneladas de açúcar em misturas para bolos, produtos lácteos, achocolatados, bebidas açucaradas e biscoitos recheados. Mas, enquanto a indústria alimentícia brasileira se preocupa em diminuir o teor de açúcar dos alimentos, a responsabilidade de estar atentos à dieta é inquestionavelmente nossa. 

Uma das grandes pedras de tropeço é ignorar que o açúcar está presente mesmo em alimentos salgados, ou snacks aparentemente saudáveis. O portal Healthline publicou uma lista com industrializados comumente ingeridos, mas que poucos sabem que contêm tanto açúcar. A seguir, alguns exemplos: barrinha de cereais – 15 g de açúcar; 245 ml de iogurte com teor de gordura reduzido – 47 g de açúcar ou 12 colheres de chá; duas colheres de sopa de molho barbecue, presente em vários sanduíches fast-food – 40 g, quase o dobro do recomendado; 100 g de granola industrializada – aproximadamente mais de seis colheres de chá de açúcar.

Um apetite desregrado pode se tornar a porta de entrada para inúmeras doenças. Apesar de os alimentos açucarados serem saborosos, tudo que é demais faz mal.

(*) Dados da Anvisa.

Texto: Julie Grüdtner

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *